segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

O QUE QUEREMOS?


 A resposta para esta pergunta é obvia, mas não paramos, às vezes, para pensar por vários motivos.
Há quem responda : - quero muito dinheiro, quero o carro do ano, quero ter joias, sapatos, etc.

 Muitos tentam TER ao invés de SER. Tentam ter coisas materiais para preencher o vazio do SER. Acumulam bens e riquezas, mas no fundo a única coisa que querem é preencher este vazio o qual será preenchido por algum tempo, mas depois será necessário mais e mais , numa corrida compensatória que não cessará enquanto não se conseguir refletir e elaborar o que está acontecendo.

 Quando nascemos o que somos é construído através do olhar do outro e o primeiro olhar é o da mãe, somos banhados pelo seu amor e a partir disto vamos em busca deste amor, o amor primitivo. Se o tivermos da maneira satisfatória aos nossos olhos seremos um pouco mais felizes, se não o tivermos da maneira satisfatória, a nossa busca será a busca constante do amor.

 Esta busca poderá ser de várias formas, formas sadias e formas não tão sadias e uma delas é através do TER.

 Então vocês podem estar se perguntando: "Vou procurar a vida toda pelo amor primitivo"?
Eu respondo com outra pergunta: Qual é o melhor amor que tivemos em nossas vidas?

 Queremos desde que nascemos o AMOR primitivo. É através deste amor que vamos em busca de outros amores.

 Para refletir...
 
 
Por Célia A. Lima Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário