sexta-feira, 26 de abril de 2013

DISFUNÇÕES SEXUAIS

Disfunção erétil
Quando procurar uma terapia ou terapeuta sexual?
Deve-se antes ter  procurado um médico (urologista, neurologista, endocrinologista, ginecologista) para confirmar que o problema não é orgânico.
Muitas doenças físicas e drogas podem reduzir o interesse sexual e causar impotência.
Não sendo orgânico, o problema pode ser de ordem psicológica e/ou conflitos de relacionamento com a parceira. Ainda em nossos tempos  o sexo é considerado tabu, muitos homens e mulheres não possuem uma comunicação aberta sobre seus desejos e vontades, ficam com vergonha e medo de que se informarem ao parceiro do que e como gostam, vão ser rejeitados.
 Muitos homens passam algum tempo sofrendo desta disfunção, até resolver procurar ajuda, o que sabemos que nem sempre é fácil para o homem dizer: “Sou impotente”, mas na maioria das vezes o homem não é impotente, está impotente, por múltiplas razões que necessitam ser investigadas.
Os sentimentos mais comuns são de humilhação, angustia e ansiedade e evitação do ato sexual.
A ansiedade a respeito da realização do ato sexual, um ambiente tenso, a antecipação do fracasso, sentimento de culpa, pensar demais no prazer do outro, são , geralmente, as causas imediatas e específicas das disfunções sexuais, mas os problemas podem ter estruturas mais profundas , o que deve ser analisado nas sessões de psicoterapia.
Tratamento
O tratamento pode ser individual ou em conjunto com a parceira e consiste em exercícios prescritos para diminuição dos sintomas, e  terapia mais profunda caso os exercícios não diminua os sintomas.
Procura-se diminuir a pressão que produz ansiedade no paciente, tentando conseguir respostas fisiológicas que estão fora de seu controle. Para isso é importante que o paciente faça os exercícios, tendo em mente que a responsabilidade pelo bom andamento do tratamento também é sua.
Pedir ajuda a parceira para que esta colabore com os exercícios, pois a cooperação da mesma e uma comunicação mais aberta/franca  entre os parceiros  é de grande importância para que o tratamento possa ter um bom andamento.
Por Célia Alves de Lima Ribeiro
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário